sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Amor Platônico?!

Porque você não some dos meus pensamentos, não desaparece de vez, sem deixar pistas?!
Eu odeio pensar que eu penso em você,
Odeio pensar em tudo que passamos,
Odeio quando você toma conta dos meus pensamentos,
Odeio ouvir uma musica e lembrar de você,
Odeio quando eu acordo e lembro de você,
Odeio o jeito que eu gosto de você,
Odeio sentir sua falta,
Odeio sentir falta do seu cheiro,
Odeio ir a um lugar e lembrar de você,
E o que eu mais odeio e fazer tudo isso, e nunca nem ter tido você!
Eu quero você, e isso não me faz nem um pouco bem, porque eu não posso te ter.

Dicionário:

O amor platônico passou a ser entendido como um amor à distância, que não se aproxima, não toca, não envolve. Reveste-se de fantasias e de idealização. O objeto do amor é o ser perfeito, detentor de todas as boas qualidades e sem máculas. Parece que o amor platônico distancia-se da realidade e, como foge do real, mistura-se com o mundo do sonho e da fantasia.

4 comentários:

Jim disse...

nem me fale issoo !!!
passei por esse tal amor .. por quase 3 anos.....e doi mais do que uma pancada bem no meio da cara.......

se tiver nessa situação......... tenta atropelar esse amor antes que ele te atropele.....

se nao tiver nessa situation , mantenha distancia viu!

bjao,adoro

Rob... disse...

rá!
aposto que sou eu esse tal ai que vc ama!
;)
uhauhsahsauhsauhsauhsau

Se achaaaaaaa o garoto**

Gabriel Castro disse...

Aueeeee!

Tá add!

Beijão.

Roberto Torta disse...

Lindo...lindo e mais lindo a cada dia.
amo seu blog amor.
e seus textos..
eu sei o q um amor platônico pode fazer de ruim com a gente.
aff... mas eh horrivel lutar contra uma coisa lá dentro...
de fora pra dentro, as coisas são imortais.

amo vc ♥